Arquivos do Blog

Três Dicas para o Facebook da sua Igreja

facebook-igreja
Não existe regra para a comunicação nas redes sociais. Às vezes algo que ninguém recomenda pode funcionar perfeitamente para você! A melhor maneira de entender o que vai funcionar com o seu público alvo e o seu tipo de trabalho é a experiência, tentativa e erro.

Mas, como conselho nunca é demais… Aqui estão três dicas do que costuma funcionar no Facebook, baseadas nas nossas tentativas e erros:

1. Frequência das Postagens

Nós publicamos cerca de quatro a seis vezes por dia. Isso pode parecer um exagero. Mas o usuário médio do Facebook raramente visita as páginas, ele interage com os posts que aparecem no Feed de notícias, e mesmo assim só vê cerca de 10% das mensagens. Isto significa que, postando quatro a seis vezes por dia, este usuário vai ver em média um dos nossos posts todos os dias. E isso é o mínimo que a gente quer alcançar!

2. O Tipo de Conteúdo

Tentamos criar um equílibrio em nosso conteúdo com mensagens focadas em interatividade, inspiração e informação. A maioria das igrejas querem focar apenas na informação, para que as pessoas saibam sobre seus eventos e atividades. Mas descobrimos que as mensagens inspiradoras e que estimulam a interação tendem a chamar mais a atenção das pessoas para o nosso conteúdo, e isso facilita a divulgação de eventos e projetos. Também ajuda utilizar formatos variados, como texto, imagens e vídeos.

3. Anúncios Pagos

Sim, uma das melhores coisas do Facebook é ser um meio de comunicação grátis! E isso é sempre muito bom. Você não precisa gastar nada para ter uma boa divulgação, mas que ajuda, ajuda!
Um investimento de R$ 30,00 semanais já pode aumentar o seu alcance de algumas centenas de pessoas, para algumas milhares. Esta exposição faz com que mais pessoas curtam a sua página, o que leva a mais publicidade grátis!
Esta opção se torna ainda mais interessante se a sua postagem tem o objetivo evangelístico, ou de atrair visitantes. Pois desta maneira não serão apenas as pessoas que curtem a página da sua igreja – geralmente membros desta – que verão suas mensagens. O seu alcance será maior que os muros da igreja.

Ainda vamos cometer muitos erros na nossa caminhada nas redes sociais – e pretendemos compartilhar todos com vocês! -, mas por enquanto estas são as dicas mais valiosas que podemos passar!

E você? Gostaria de compartilhar algo que aprendeu no Facebook?

Escreva nos comentários 😉


Joice Atique
Referência e leitura recomendada: http://www.churchmarketingsucks.com/

 

 

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: