Arquivos do Blog

4 dicas para fazer bons vídeos com pouca verba

videos-caseiros

Os video makers profissionais não vão gostar destes conselhos, mas a realidade é que muitos ministérios de comunicação não têm verba e precisam fazer o melhor de seus poucos recursos. Se este é o seu caso fique tranquilo, é possível fazer coisas bem legais com a câmera do seu celular e o Windows MovieMaker ;).

Aqui estão alguns exemplos de vídeos simples e bem feitos para te inspirar (fonte http://www.churchmarketingsucks.com):

River of Life Church – Albany, N.Y.
Boundless Grace Baptist Church – Avoca, Ark.
Metro Church – Rogers, Ark.
Beaver Lake Baptist Church – Beaver Lake, Ark 

Já está inspirado? Então veja 4 dicas para você fazer o mesmo na sua igreja:

  • A equipe é o mais importante

Sobre softwares, a verdade é que não importa muito o que você usa se a sua habilidade é de iniciante e o objetivo é criar um aviso de simples. O que importa é o que você tem disponível na vida real – e a criatividade! Você provavelmente não conseguirá imitar os efeitos que vê na televisão, ou em vídeos super produzidos, mas as limitações tendem a encorajar nossa parte criativa a trabalhar mais. Sente com a sua equipe, faça um brainstorm e esteja aberto para novidades. Não da para fazer comunicação sozinho! Uma pessoa não consegue ter boas ideias toda hora, mas um grupo sim! Quanto maior e mais diversificada for a sua equipe, melhores serão as ideias.

  • Aproveite o que é de graça

O avanço rápido das tecnologias nos obriga a pesquisar continuamente, principalmente se você trabalha com comunicação. As informações são infinitas, não entre na loucura de querer saber tudo sobre tudo, escolha os fóruns com maior participação, os blogs mais relevantes e sempre de uma passadinha por eles. Reserve tempo semanalmente para este tipo de pesquisa e nunca pare de aprender! Existem também centenas de sites que oferecem conteúdos grátis legalmente. Desde softwares, músicas, pequenos vídeos, motion grafics. Nós sempre damos algumas dicas legais aqui no blog, mas pesquisando no Google você pode achar muito mais! Estes recursos podem enriquecer seu vídeo e tirar aquela impressão de ‘fiz em casa’.

  • Planeje muito

Não importa se você está fazendo uma superprodução ou gravando com o seu celular, sem planejamento o trabalho será dobrado e dificilmente sairá algo realmente legal. Pense na luz do local, nos barulhos que podem ter – desde carros tocando funk ao zumbido do ar condicionado-, repare se não há imagens ou movimentações no fundo que podem chamar mais atenção do que o que você está tentando mostrar com o vídeo. Para passar a mensagem com eficácia, você precisa evitar distrações sonoras e visuais, e para isto é preciso planejar bem todo o processo de gravação e edição.

  • Provoque interesse

Hollywood gasta milhões em produção para provocar o interesse das pessoas. Mas vídeos de gatinhos tomando banho alcançam o mesmo interesse no youtube, sem nenhum gasto com produção. Assim, o seu vídeo também pode ser interessante, mesmo com pouca verba. Para saber o que chamará a atenção das pessoas que você quer alcançar, primeiro você precisa conhecê-las. Qual a idade delas? Quais os interesses? O vídeo inspirativo usado para a reunião de senhoras, dificilmente terá o mesmo efeito em uma reunião de adolescentes. Aconselho fazer uma pesquisa – talvez em forma de quebra-gelo ou como  um questionário no facebook – para descobrir quais são os interesses do grupo para o qual você comunica: programas de tv, filmes, músicas, sites…

 

O que achou? Tem alguma outra dica? Compartilhe nos comentários 😉

 

Joice Atique

Anúncios

Midias Sociais – Acima de qualquer outra coisa: gente

Você conseguiu manter alguma boa conversa ultimamente? O que você se recorda dela? Com quem você gosta de conversar?

Conversas precisam de pessoas, e o propósito das mídias sociais é fortalecer e possibilitar conversas de modo digital. Blogs, podcasts, video-blogs e todas as redes sociais que usamos têm só um objetico: fornecer uma maneira de nos conectarmos. Com isso em mente, vamos começar a pensar em gente. Vamos pensar nas pessoas a partir da perspectiva delas.

Então vou colocar aqui algumas ideias para você se envolver, respeitar e apreciar as pessoas que vão interagir nas suas mídias sociais:

As pessoas gostam de se envolver

Imagine que existe uma escolha (porque existe): você pode falar para as pessoas ou você pode falar com as pessoas. Assim, presume-se que as outras pessoas terão a oportunidade de dizer alguma coisa em algum momento.

Um modo de envolver as pessoas é fazer uma pergunta. Outra maneira é estimular as pessoas a participar de atividades. Não permita que elas sejam a audiência. A audiência é passiva. Pense em maneiras de fazer com que as pessoas participem da história. Você pode bolar um modo de elas contribuírem? Existem maneiras de estimular atividades complementares no mundo delas?

As pessoas são ocupadas

Respeite o tempo das pessoas quando criar sua mídia. Katrina, minha mulher, sempre diz que “editar é ser educado”. Ela quer dizer que, respeitando o tempo dos outros, você ganha a admiração deles.

Um modo de fazer isso é começar bem. Diga a melhor coisa logo de cara em seu post. Dê às pessoas um resumo de para onde você vai o mais cedo possível. Muitos grandes realizadores de mídia fazem roteiros de suas produções, delineiam o que vão postar nos blogs ou, então, usam sistemas que mantêm o controle.

As pessoas gostam de ser apreciadas

Você não está fazendo isso para si mesmo (a menos que esteja!). A ideia é que você esteja tentando construir um relacionamento com um público, de uma maneira mais humana, mais integrada. Se você é um indivíduo, está construindo sua reputação, compartilhando informações com quem tem ideias semelhantes às suas. Em todos os casos, é uma via de mão dupla, e as pessoas do outro lado querem saber se você respeita isso.

Visite os sites de outras pessoas de vez em quando. Deixe comentários. Indique um ou outro post ou podcast para as pessoas que gastam o tempo delas com você. Ofereça mais do que o rolar de um blog. Ofereça consciência. Construa tráfego. Pense em maneiras de dar às pessoas algo mais em troca da atenção que elas dão a você. Faça com que elas sejam tão importantes quanto seu relacionamento com elas.

Faça das pessoas os especialistas

Procure maneiras de aproveitar as competências de sua audiência. Peça que eles falem sobre diversos assuntos. Descubra o que eles sabem. (Você já sabe o que você sabe).

É por isso que termino todos os posts com uma pergunta. É uma maneira de propiciar a interação, mas também de ficar sabendo mais sobre as pessoas que me acompanham. Aprendi há bastante tempo que as pessoas que passam tempo comigo sabem mais juntas do que eu individualmente. Posso começar um papo maravilhoso, mas elas, em conjunto, sempre têm melhores ideias. Então, procure por elas. Busque informação. Aprenda com elas.

Além disso, as pessoas adoram dar sua opinião. É uma ótima maneira de dar a elas a oportunidade de fazê-lo.

Você já experimentou fazer isso? Qual foi o resultado?

Adaptado de Chris Brogan

Uma comunicação eficaz

Comunicação é uma troca de informações entre as pessoas, que segundo Jakobson, acontece através do emissor (quem envia a mensagem) da mensagem (o que se quer comunicar) e do receptor (a quem destina a mensagem). Quando a informação transmitida na mensagem não é feita de forma adequada, o receptor não irá entender o que o emissor quis dizer. Por isso, saber se comunicar é de extrema importância para um líder, pois a mensagem deve ser entendida em sua totalidade por seus liderados.

Quantas vezes já nos deparamos com pessoas que não sabiam se comunicar, ou falavam de mais, ou gritavam muito, ou não tinham boa dicção. Certamente, a mensagem não foi entendida pelos receptores e não houve comunicação eficaz. Timidez de falar em público, nervosismo, má preparação, falar muito rápido e estado emocional abalado, são alguns dos fatores que contribuem para a má transmissão da mensagem.

Os líderes têm a importante missão de falar de uma forma eficaz para que o povo de Deus entenda o que Deus quer falar com eles. Se tratando da palavra de Deus é importante que o líder saiba se comunicar adequadamente. Moisés é um exemplo Bíblico de um homem chamado por Deus que tinha dificuldades de comunicação, pois não tinha facilidade para falar. Deus levantou Arão para falar por Moisés e disse-o que sempre estaria com ele.

Deus poderá levantar alguém, como aconteceu com Moisés, ou poderá capacitar o próprio líder, o importante é que a mensagem deve ser entendida em sua totalidade, pois se trata da palavra de Deus. Para ter uma boa comunicação é preciso falar pausadamente, falar firme e com convicção, pensar antes do que vai falar e estar em um bom estado emocional. Também é aconselhável que se faça exercícios para a fala, através do acompanhamento de um fonoaudiólogo. Uma mensagem entendida pelo receptor é o resultado de uma comunicação eficaz.

Autor: Erick França

%d blogueiros gostam disto: