Arquivos do Blog

10 erros comuns sobre mídias sociais

Encontrei essa “polêmica” lista e achei que era uma boa compartilhar aqui também. Existe muita informação equivocada sobre mídias sociais circulando por aí, e o pessoal do The Next Web reuniu os 10 erros mais populares sobre o assunto. Não concordo plenamente com a lista, mas é um bom início de discussão (coloquei minha opinião das duas questões que discordo). Bora?

1) No Twitter, todo mundo só fala sobre o que almoçou e bobagens do tipo

Este é um dos erros mais comuns entre pessoas que nunca tiveram contato com o Twitter. Talvez seja culpa dos jornalistas/blogueiros que, quando tentam explicar o Twitter, dizem que “são mensagens curtas sobre o que você está fazendo”. O Twitter é uma amostra de como é o mundo offline: algumas pessoas estão falando sobre bobagem, outras não. De fato existem muitos tweets triviais, mas há também espaço para conversas profundas, notícias, observações e comentários inteligentes.

2) Se o Twitter não consegue obter nem seu próprio lucro, não é uma alternativa viável para o meu negócio

O Twitter só não está ganhando mais dinheiro porque este não é o objetivo principal do negócio. O verdadeiro desafio é continuar sendo relevante para seus usuários. Obter lucro em cima de 200 milhões de membros é fácil. Já permanecer relevante para esses mesmos 200 milhões de membros, por um longo período de tempo, aí sim é difícil. O Twitter é inteligente o suficiente para concentrar-se no segundo objetivo.

3) LinkedIn é para negócios, Facebook é para amigos

Muita gente acha que fazer apenas o “básico” é tudo que você precisa para estar “por dentro” do que acontece na web. Ou seja, se você tem um negócio, basta ter um perfil no LinkedIn e pronto. É um bom começo, mas certamente não é o fim. Atualmente, as empresas tem que estar também no Facebook também (se não estão, me deixam um pouco desconfiados). Assim como todo mundo tem endereço de e-mail, logo todos vão ter uma conta no Twitter e Facebook. Leva pouco tempo para fazer um perfil, porque não fazer hoje?

(discordo: pode levar pouco tempo para fazer um perfil, mas leva tempo para ser atualizado e analisado com qualidade)

4) Manter perfis em mídias sociais tomam muito tempo
Eu não tiro tempo para twittar. Eu twitto quando estou esperando alguém, assistindo TV, ou quando preciso de uma pequena pausa durante o trabalho. O Twitter não toma seu tempo, assim como respirar não toma seu tempo. Apenas acontece. Se mesmo assim você achar que isso toma muito tempo, não venha me dizer que você está ocupado demais. O americano assiste em média mais de 4 horas de TV por dia. Que tal separar 30 minutos dessa atividade que não estimula sua mente, e destiná-los à interação com pessoas inspiradoras no Twitter?

(discordo novamente: twitter não é unicamente postar um tweet. é ler o que os outros escrevem, responder menções, DMs, estabelecer conversação. e isso leva tempo, sim. o que temos que decidir é quanto de tempo dedicaremos para ele.)

5) Compartilhar é coisa de gente exibida

“Por que você quer compartilhar tudo com o mundo? Você está querendo se exibir ou algo assim?” Sim, já ouvi essa frase muitas vezes. Não, eu não gosto de ficar mostrando meus órgãos genitais a outras pessoas. O que eu aprecio é compartilhar minhas experiências e idéias com outras pessoas. Isso é o que nos define como seres humanos: o poder de compartilhar nossas esperanças, sonhos e pensamentos com os outros. As redes sociais apenas tornam esse processo mais fácil. Exibicionismo não tem nada a ver com isso.

6) Você não consegue dizer nada significativo em apenas 140 caracteres
A limitação de 140 caracteres no Twitter é baseado na limitação de 160 caracteres do SMS, que é baseado no tamanho médio dos cartões postais. A equipe que decidiu sobre o formato SMS contou os caracteres dos textos em milhares de cartões postais e descobriu que raramente os 160 caracteres foram ultrapassados. Apesar de 160 caracteres parecer pouco, você ficaria surpreso com a quantidade de sabedoria, emoção e criatividade que pode expressar. Por que não experimentar?

7) Você não consegue ter lucro nenhum com o Twitter
Este é um dos argumentos preferidos das editoras e meios de comunicação de massa (o que alguns chamam de “velha mídia”). Eles tentam parecer inteligentes, mas é óbvio que não pensaram nenhum segundo sobre isso. A resposta é simples: ALCANCE. Publicação é alcance. Você tem um público, e tem a sua atenção. Isso significa que você pode vender anúncios. Eu tenho quase 15 mil seguidores no Twitter e @ TheNextWeb tem mais de 500.000. Embora não haja nenhuma maneira direta de lucrar com esses seguidores, isso significa que temos uma platéia de ouvintes. E você pode transformar em dinheiro, que é algo que qualquer editor deve conhecer.

8 ) Estou velho demais para isso
Eu acho que você está, mesmo, com um pé na cova. Poderia muito bem morrer agora, e tudo bem. Ok, não acho isso realmente! As mídias sociais são populares entre os jovens e, veja bem!, pessoas mais velhas. Meus filhos têm um contato muito maior com os meus pais do que eu tinha com meus avós. A razão: o Twitter, e-mail, Skype e outras mídias sociais. Os idosos se locomovem menos e acabam usando o Skype para fazer videochat com seus filhos e netos. Ou seja, você não tem é velho demais! É um teimoso, isso sim!

9) É informação demais!
É verdade que há muita informação disponível online, mas isso não pode ser considerado uma coisa ruim. Você considera uma biblioteca culpada por ter muitos livros? Você se sente incompetente por não ser conseguir ler todos os lançamentos literários? Claro que não. A web é uma coleção gigantesca de bits de informação, sem estrutura. É assim que me sinto quando visito uma cidade pela primeira vez. Se você estiver interessado, procurar um pouco e manter a mente aberta, em poucas horas você começará a ver modelos, padrões e estrutura (e vai ficar mais fácil de encontrar informações). Não despreze as coisas só porque elas (ainda) não parecem familiares pra você.

10) É só para geeks e nerds
Lembro-me vividamente da primeira vez que ouvi alguém falar sobre e-mail. Virei a cabeça para ver quem era essa pessoa que sabia sobre ‘e-mail’! Recentemente eu encontrei alguém que não tem um endereço de e-mail. Fiquei chocado. Mídias sociais são SOCIAIS. Ou seja, sua mãe, seus filhos, seus funcionários vão usar. Você pode virar as costas e ignorar a conversa, ou mergulhar nela! De qualquer forma, as pessoas já estão conversando e trocando experiências nas mídias sociais – e isso não vai acabar. É sua a escolha de se envolver, ou não. Você pode ter um monte de desculpas para não participar, mas o que exatamente você ganha com isso? Desligue a TV, respire fundo e mergulhe!

Vi Aqui

%d blogueiros gostam disto: