Arquivo mensal: fevereiro 2012

Minha Igreja me deu enjôo matinal

ImageEu e minha esposa fomos em um conferência para casais neste final de semana. Tempo maravilhoso, se não por outro motivo que passar alguns dias com minha esposa focado no que Deus estava fazendo em nosso casamento.

No entanto, quando você está focado em dois tipos de casais, jovens recém casados e casais com filhos… Por que você nos faria estar lá as oito horas em uma manhã de sábado?

Pastores, ministros e líderes me deem ouvidos. Conheçam o seu público e atendam a eles. Para ter excelência em marketing de igreja, é muito importante não apenas saber para quem você está  falando, mas falar a linguagem deles.

Marketing com excelência vai além de boas peças de divulgação, é importante para a execução de bons programas e ministérios

Fonte: Jesus Hates Papyrus

Sua Igreja é Google ou Yahoo?

Image Eu estava conversando com meu pai e de alguma maneira nós caímos na discussão Google vs. Yahoo e o que fez o(a) Google tão superior a Yahoo. Eles oferecem o mesmo conjunto de produtos, tem a mesma função…por que a Google é tão superior e tem valor tão mais alto?

Originalidade. Google faz o serviço de maneira diferente e o faz com excelência. Eles ditam o ritmo… e  a Yahoo segue.

E sobre a divulgação da sua igreja? Você está ditando o ritmo ou está seguindo velhos conceitos, copiando o programa de TV mais famoso? Ou existe originalidade na maneira como você se comunica? Ao falarmos sobre marketing, chamando de marketing ou não, a pergunta é como você o está fazendo? Seja original e isso o fará ser mais valorizado.

Fonte: Jesus Hates Papyrus

Seu plano não vai dar certo!

Não importa em qual versão você lê, Provérbios 19:21 resume 2011, e realmente os últimos 7 anos da minha vida muito bem.

“Muitos são os planos no coração do homem, mas é o propósito do Senhor que prevalece.

“Você pode fazer muitos planos, mas o propósito do Senhor prevalecerá.”

“Nós, humanos, estamos sempre pensando em opções e planos, mas o propósito de Deus prevalece.”

No início de 2011 eu estava caminhando, aumentando o impacto e o alcance da Holy Cow (empresa que trabalha com comunicação para a igreja)… Enfim, fazendo o que faço. Durante o ano algumas igrejas me pediram para fazer parte da sua equipe, mas eu me sentia bem fazendo o que estava fazendo. Não estávamos simplesmente entrando em cada porta que abria. Nós sabíamos para onde iamos.

 

“Muitos são os seus planos”

Depois, uma das igrejas que trabalhavam com a Holy Cow me pediu para aumentar o meu trabalho ali. Eu fiquei feliz em aceitar o convite, mas disse que faria isso de Michigan (a cidade em que morava até então).

 

“Muitos são os seus planos”

Bom, o tempo passou e achamos melhor mudar para mais próximo da igreja. Mas ainda era apenas um trabalho contratado, a nossa carga horária aumentaria, mas não tanto em envolvimento local, eu apenas passaria mais tempo trabalhando no site. Ainda era o mesmo trabalho que sempre fiz com a minha empresa.  Eu não iria trabalhar em tempo integral, não teria horário de expediente, não lideraria a equipe, já estava tudo acertado!

 

“Muitos são os seus planos”

No dia 2 de janeiro comecei a liderar a equipe de marketing e mídia da Victory World Church.

Isso é meio assustador e certamente um pouco desconfortável. Nos últimos 7 anos eu fui livre para trabalhar com o que queria. Ajustava meu horário, fazia o meu caminho. Não respondia a ninguém. Mas nesses momentos agitados, quando começo a ficar ansioso eu me lembro do resto, e da maior parte do versículo:

 

“O propósito do Senhor prevalece”

Eles estão me dando muito espaço e flexibilidade para continuar como consultor e diretor na Holy Cow Creative, mas em 2012 serei o líder deste grupo nesta igreja maravilhosa.

Há 8 anos eu queria ser diretor de criação da minha igreja, com menos de 1000 membros. Aquela porta foi fechada, a Holy Cow nasceu. Eu pensei que tinha achado meu lugar. Eu pensei que aquele desejo tivesse acabado, com a porta fechada e trancada. Mas agora sou pastor em uma igreja com 10.000 membros.

Olha, o que não aparece neste versículo, mas que você acaba descobrindo é que não apenas o propósito do Senhor prevalece, mas ele é MUITO, MUITO melhor do que você já sonhou. A melhor parte é que nada disso estava ao meu alcance, eu não planejei isso. Deus abriu a porta e me puxou!

Então, esqueça seus planos. Pare de andar em uma direção e pedir a Deus para te alcançar e te ajudar, ande com Ele, siga Sua trajetória.

Vá em frente e faça a sua resolução, planeje seus próximos 5 anos, é um bom começo. Mas saiba que se você deixar Deus liderar esses planos irão desaparecer gradualmente em algo muito mais surpreendente.

Como Deus te surpreendeu em 2011?

Quais portas estão se abrindo em 2012?

 

 

Autor: Michael Buckingham

Hominhos de Plástico

Meu avô dizia que quando ele era criança nem tinha tempo para brincar pois aprendeu a trabalhar desde cedo. Meu pai, apesar de começar cedo também, diz que não dispensava um bom brinquedinho feito à mão. No meu tempo de infância as coisas já eram mais evoluídas. A gente não precisava fazer nossos brinquedos. Longe de termos ao alcance dos bolsos de nossos pais a alta tecnologia disponível hoje em dia, mas a gente não podia reclamar. Dava pra comprar aqueles pacotes de “hominhos de plástico” e fazer a festa com a imaginação.

Sempre gostei de brincar com os tais “hominhos”. A maioria deles carregava armas e tinha uma base de plástico embaixo dos pés para poder parar em guarda. No auge do ataque inimigo alguém sempre dava a famosa ordem: “Largue a arma!”, mas largar como se a arma e o homenzinho eram uma peça só? Tinha também aqueles que eram feitos só para montar nos cavalos. Os coitados eram legados à desgraça. Quando a molecada os desmontava, viravam motivo de piadas cruéis. De pernas arqueadas, só ficavam em pé quando encostados em algum lugar ou quando a gente os enterrava na areia.

Quando lembrei desses soldadinhos imediatamente me veio à mente uma triste realidade. Tem muito crente andando de perna arqueada por aí porque não consegue entender que não está mais “montado no cavalo”. O tempo passou, a tecnologia evoluiu, e nada de se adequar à realidade. Charles R. Swindoll nos conta em seu livro Como Viver Acima da Mediocridade um caso que seria hilário se não fosse verdade:

Um de meus professores no seminário contou-nos sobre o dia em que pela primeira vez utilizou-se giz, numa palestra na igreja dele, há muitos anos. Muitos crentes franziram a testa e murmuraram: “Usam isso no mundo secular, não? Não adotamos giz nas palestras da igreja. Na próxima vez, saiba você, alguém vai usar um flanelógrafo.”

Precisamos resguardar-nos da tentação de envolver o cristianismo do início do século vinte e um nas roupagens de 1960! Se não exercermos vigilância, ficaremos tão comprometidos “ao jeito como éramos” que tiraremos o foco das coisas realmente importantes, e deixaremos esta geração no pó.

Bons tempos aqueles… grande progresso! Como Deus operou grandes coisas! Certo. E hoje? As pessoas precisam saber como é que Jesus trata das questões de hoje, no mundo de hoje.

As organizações não mudam; as pessoas mudam. Os templos não são flexíveis; as pessoas são. Não há flexibilidade em paredes e madeiras. Nenhuma flexibilidade nas pedras, nas estruturas. A flexibilidade está em nós. Se temos alguma esperança de voar alto, precisamos dar um jeito na rigidez. Você não precisa mais andar com as pernas arqueadas!

Autor: Paulinho Degaspari

%d blogueiros gostam disto: