Arquivo mensal: janeiro 2012

O Boletim Dominical

Uma das primeiras ferramentas de comunicação das igrejas é o boletim dominical. O folheto é escrito para apresentar a programação da igreja para os membros e visitantes, e é, às vezes, a única forma de comunicação que as pequenas igrejas possuem. O importante é que, sejam nas grandes catedrais ou nas igrejas de periferias, ele está presente na maioria das igrejas. Pensando em contemplar todos os irmãos que dispõem deste tipo de comunicação em seus ministérios, e também aqueles que querem inseri-lo, vamos apresentar algumas dicas sobre boletins.

Primeiro devemos saber qual a função do boletim, acredito que para a maioria das igrejas, a função é informativa, ou seja, informar aos membros sobre a programação e sobre notícias em geral. Mas não podemos deixar de lado a função “litúrgica”, ou seja,  deixar bem claro para os membros e visitantes a liturgia da igreja. Dentre outras funções que seu boletim possa ter, sempre vai ter uma predominante, certamente, será a função informativa.

Após saber a função do seu boletim é hora de organizar as ideias para colocar no papel. A maioria dos boletins começa com um texto, que pode ser a opinião do pastor, um artigo ou algo do tipo.  Mas primeiro é preciso colocar o cabeçalho do boletim, que é o logotipo do seu ministério e  o endereço dele. Nas páginas seguintes você fica livre para usar a imaginação, ou coloca a ordem do culto (liturgia), ou coloca informações sobre a programação semanal da igreja ou notícias do mundo evangélico. Também é bom deixar um espaço para cada departamento da igreja. Uma ideia legal é colocar um plano de leitura semanal da Bíblia.

É bom ressaltar para os membros a importância da mordomia cristã, o site ganancia.com.br dispõe de uma ferramenta para boletins que se chama “Mordomo fiel”, são pequenas reflexões sobre o tema. O bom é que o recurso é gratuito, só basta colocar o crédito no boletim. Outra ideia interessante é colocar charge cristã, utilizar o humor para edificar a igreja. Você ainda pode colocar os aniversariantes da semana e um espaço para missões ou testemunhos. Existem várias formas para você fazer do boletim algo relevante para a igreja, o bom é a troca de experiência, então se você tem alguma ideia interessante deixe um comentário neste post para que outras pessoas possam ser edificadas como você foi. E se seu ministério tiver um site ou blog você ainda pode disponibilizá-lo na internet. Em breve escreveremos outros textos sobre boletins.

Autor: Erick França

Como a Tecnologia pode ajudar a sua igreja

Eu sou fan das novas tecnologias/mídias. Eu gosto do Twitter. Eu assisto séries no meu laptop. Eu não tenho um telefone fixo. Ver como a igreja tira vantagens das novas mídias/tecnologias  para divulgar  o evangelho é muito legal. É realmente a última tendência.

Mas dentro de toda esta tecnologia, o que realmente importa são as pessoas. Eu gosto do Twitter porque ele me mantém conectado com o povo. Eu gosto de assistir assistir séries online para ter o que conversar com o pessoal do grupo pequeno. E o telefone fixo?  Ok, eu descartei porque eu sou uma pessoa econômica. .

Tão bacana quanto as novas mídias é ver o que o povo realmente gosta de fazer para se conectar uns com os outros. Vídeo online não é o que faz o Youtube legal, mas o potêncial que esta rede tem de reunir pessoas ao redor de um mesmo assunto e, em alguns casos, mobilizá-las.

As novas tecnologias são definitivamente o máximo. Elas fazem muita coisa se tornar mais fácil. Mas não foque na tecnologia. Foque nas ideias. Foque nas pessoas. Esta é a forma como a tecnologia pode ajudar sua igreja.

Texto adaptado de Kevin D. Hendricks

Tradução: Lourdes Batista

Um pouco sobre redes sociais (parte 2)

Dando continuidade a série ‘A igreja e a internet’, iremos falar neste post sobre o Twitter e o Google +, duas redes sociais que estão tendo boa aceitação dos internautas.

Você já teve ter ouvido as seguintes palavras: “twittar”, “retwittar”, “tweets”, “Trending Topics” e “DM”. Elas fazem parte do vocabulário dos internautas que possuem conta no Twiiter, o microblog mais famoso da internet. Ele permite aos usuários enviar e receber atualizações de outros contatos, em textos de 140 caracteres, através do site www.twitter.com.

Twitter surgiu em Março de 2006 pelo empresário e desenvolvedor de software norte-americano, Jack Dorsey, e já tem mais de 175 milhões de usuários em todo mundo. O site se baseia nesta questão: “What are you doing?“, ou “O que você está fazendo?”. Então o usuário informa para seus “seguidores” o que está fazendo ou pensando no momento. Os “seguidores” podem responder a mensagem escrita (tweet) ou replicar a mesma mensagem no seu próprio mural (retwittar). Quando uma palavra está sendo citada por várias pessoas, ela vai para o Trend Topics, que é uma lista dos nomes mais postados no site e podem vir acompanhados dehashtags (#). Se o usuário desejar enviar uma mensagem privada, basta mandar uma Direct Message (DM) ou uma Mensagem Direta.

Twitter já serviu para salvar uma pessoa que foi presa no Egito; para mães enfurecidas tirarem uma campanha de marketing do ar; e como ferramenta política para campanha do presidente norte-americano, Obama. Como as outras redes sociais, o Twitter serve para divulgar seu Ministério através de 140 caracteres, é possível você colocar frases de sermões, pensamentos, além de colocar links de fotos, vídeos e sites.

Já o Google Plus ou Google +, é a mais nova rede social da gigante Google. Ela é integrada aos serviços do Google, como o Buzz e o Picasa. O serviço foi lançado em junho de 2011, numa fase de testes por convites. O Google + permite a criação de grupos segmentados de forma muito fácil e intuitiva, chamados de Círculos, ou Circles. Desta maneira é possível separar a sua página principal em temas específicos, como família, trabalho e amigos; trazendo os círculos de amizades e interesses que os usuários já têm na vida real. O Google + ainda permite aos usuários realizar chat por vídeo (Hangouts) e chat em grupo (Huddles), através inclusive por celulares.

Para usar o Google+ em seu Ministério você pode criar uma página, que serve para você se conectar com os usuários da rede, é similar a Fan Page do Facebook. O endereço da rede é o: https://plus.google.com.

Seja na criação de sites, blogs, publicação de vídeos, ou criação de perfis nas redes sociais, o importante é que o seu Ministério esteja sintonizado na internet. Invista nesta grande rede, onde todos estão conectados a partir de alguns cliques. Seja aqui no Brasil ou em outros países, todos poderão ver as ações do seu Ministério e, por conseguinte, as mensagens poderão impactar essas pessoas e elas poderão vir a Cristo.  Não perca tempo, invista na internet.

Post da Série: A Igreja e a Internet

Autor: Erick França

%d blogueiros gostam disto: